Dificuldade em controlar o orçamento e imprevistos na hora de pagar as contas não são uma novidade na rotina do brasileiro: ao final de 2021, 75% das famílias no país tinhan algum tipo de dúvida. Escapar do mau endividamento e equilibrar as contas exige esforço e se sair do vermelho é a sua meta para 2022, esse post é pra você. A seguir, confira 5 dicas CondoBlue que te ajudam a planejar uma vida financeira no azul!

  1. Faça as contas

Tudo começa por aqui e exige que você faça contato com credores. Liste todas as contas em atraso, incluindo detalhes de valor da parcela original, valor dos juros, dívidas atualizadas. Comece por financiamentos, cartões de crédito e cheque especial e inclua até mesmo aquelas de menor montante. Essa etapa não é apenas importante para ter uma ideia exata de valores, mas também te ajuda a relacionar dívídas que merecem mais atenção e que tem maior incidência de juros. Essa informação é importante para a etapa 4.

  1. Conheça seu orçamento, despesa por despesa

Já falamos nesse post, o orçamento doméstico é parte fundamental do planejamento financeiro e é ferramenta que ajuda a manter as contas em dia, evitar o endividamento e alcançar sonhos e projetos, seja a reforma da casa, uma viagem em família ou uma boa poupança para o futuro. Nessa nova lista, você deve reunir as fontes de receita, variáveis e fixas, as fontes de despesas, também fixas e variáveis, e subtrair despesas às receitas.

  1. Planeje suas metas

Conhecendo a realidade do seu orçamento, você pode identificar gastos que não são essenciais e definir objetivos de economia, reduzindo, por exemplo, os gastos variáveis. A partir desse valor, é possível estabelecer qual as dívidas você conseguiria pagar com o valor que economizou. A dica é priorizar sempre aquelas com as taxas de juros mais altas.

  1. Negocie

Com os valores das dívidas em mãos e sabendo quanto você pode economizar e pagar por mês, é hora de um novo contato com seus credores. Tente reunir as maiores informações possíveis: dívida inicial e dívida atualizada, qual será o desconto para o pagamento à vista, qual o valor dos juros para o parcelamento do valor, etc. Assim, você reúne mais argumentos e pode ter propostas mais coerentes à sua capacidade de pagamento mensal. Não haja por impulso: solicite sempre as propostas por escrito e discuta as condições em família.

  1. Troque juros abusivos por crédito mais saudável

Juros do cartão de crédito e de cheque especial são os mais prejudiciais à saúde do seu orçamento: em 2021, a taxa de juros do rotativo chegou a 343,55%, maior número desde 2017, valor muito acima da média de outras operações financeiras. Por isso, um crédito adequado à sua capacidade de pagemento mensal – como o Crédito Consignado, mais utilizado nesses casos – é oportunidade para escapar do endividamento abusivo. Ao trocar muitas dívidas pelo crédito consignado, por exemplo, você não só garante menores taxas como também tem mais vantagens na negociação, porque pode ter em mãos o valor para quitar os débitos à vista. Quer saber mais? Conheça as vantagens do Crédito Consignado nesse post e no site da CondoBlue.