Com informações do Banco Central do Brasil. 

Considerado o “sistema financeiro do futuro” o Open Banking é um sistema financeiro aberto que permite o compartilhamento padronizado de dados, produtos e serviços por meio de abertura e integração de sistemas, com o uso de interface dedicada para essa finalidade, por instituições financeiras, instituições de pagamento e demais instituições autorizadas a funcionar pelo BC, de forma segura, ágil e conveniente.  O sistema também permite a pessoas físicas e jurídicas movimentar suas contas a partir de diferentes plataformas e não apenas pelo aplicativo ou site do banco, de forma segura, ágil e conveniente.

Como o Open Banking vai funcionar?

Como explica o Banco Central do Brasil, atualmente uma instituição financeira não tem acesso as informações de seu cliente com outros bancos, por exemplo, e isso dificulta a criação de produtos e serviços para atender necessidades mais específicas. Com o novo sistema, com a autorização de cada correntista, através do Open Banking, as instituições poderão se conectar diretamente a diferentes plataformas de outras instituições que participem do sistema, acessando os dados autorizados pelos clientes. Essa comunicação será feita em um ambiente seguro e a permissão dada pelo correntista poderá ser cancelada sempre que ele quiser.

Quais os benefícios do Open Banking para você – e para o seu condomínio?

O Open Banking vai transformar o oferecimento de serviços financeiros porque vai tornar possível que as instituições desenvolvam novos modelos de produtos e serviços, voltados às necessidades reais dos clientes – sejam estes pessoas físicas ou   jurídicas – sem intervenções, com agilidade e personalização.

Com melhor compreensão dos perfis de cliente, o Open Banking vai promover melhores políticas de crédito e acesso a melhores produtos, já que vai permitir  comparação entre serviços e tarifas praticado pelas Instituições. Com acesso aos dados fornecidos com autorização dos usuários e com a segurança de um sistema eletrônico mantido pelo Banco Central, as instituições financeiras poderão fazer ofertas de seus produtos e serviços para clientes de seus concorrentes, com benefícios para o consumidor, que poderá optar, então, por tarifas mais baixas e condições mais vantajosas.

Além do comparador de serviços e tarifas, o open banking também vai tornar possível o desenvolvimento de soluções como

  • Apps de aconselhamento e planejamento familiar;
  • Iniciação de pagamento em mídias sociais;
  • Marketplace de crédito.

Na prática, a utilização de produtos e serviços terá benefícios financeiros reais. O Banco Central exemplifica: Quem possui mais de uma conta bancária ou tem conta em um banco e empréstimo em outro, por exemplo, poderá ver todas as suas informações em um único local e comparar produtos e tarifas.

Isso significa maior controle da vida financeira e acesso a serviços e produtos mais vantajosos às necessidades e objetivos de cada cliente. Todo o processo ocorre num ambiente com diversos mecanismos de segurança, sigilo e autenticidade. Outra vantagem é que não será cobrado nenhum valor do cliente pelo compartilhamento de dados.

O Open Bankig já é uma realidade em alguns países da Europa e na Austrália. Cumprindo etapas controladas pelo Banco Central, a implementação do sistema aqui no Brasil já começou. Neste vídeo, o BC explica as fases de implementação do Open Banking.