Um condomínio depende de uma série de fatores para funcionar. Desde a cobrança de contas até a avaliação de melhorias, tudo necessita do aval dos administradores. A importância de uma boa administração é grande, principalmente em residenciais de porte maior, que abrigam uma quantidade superior de apartamentos.

O departamento administrativo, bem como a pessoas que trabalham nele que irão determinar como as coisas acontecem dentro do complexo. Logo, é essencial que eles desempenhem suas funções de maneira eficaz. Não se trata apenas de cumprir uma carga horária, mas, de buscar escutar os condôminos e levar sus reivindicações a sério.

Um condomínio é um espaço de convivência conjunta. Isso quer dizer que cada pessoa dentro dele tem uma parcela de direitos e deveres. Cabe o síndico, juntamente com sua equipe, estabelecer esses limites e cobrá-los quando necessário. Mais do que isso, eles são os representantes dos demais moradores.

Para deixar mais claro a importância de uma boa administração dentro de um condomínio, nós separamos cinco pontos que comprovam como uma gestão de qualidade interfere diretamente na rotina do residencial. Cada um deles aborda um aspecto diferente sobre o comando de complexos do gênero, confira.

  • Maior eficácia para identificar e atender demandas de moradores

Um dos fatores que mostram a importância de uma boa administração é a identificação das necessidades dos condôminos. Quando o complexo residencial possui uma gestão de qualidade, elas são identificadas e atendidas de maneira mais eficaz, mantendo sempre um diálogo com os moradores.

Esse é um ponto chave para que um complexo se torne um ambiente ideal para si viver. Uma vez que as demandas dos inquilinos são identificadas e atendidas com mais facilidade, os residentes tendem a ter um índice maior de participação nas assembleias e, consequentemente se tornam mais ativos.

  • Equilíbrio nas contas do condomínio

Outro ponto que mostra a grande importância de uma boa administração dentro de complexos residenciais é em relação ao caixa. Uma gestão de qualidade consegue manter controle total das despesas e recebíveis do condomínio, trabalhando sempre no azul, e, prestando contas de cada movimentação.

Além de ser economicamente saudável para todos que vivem no condomínio, a gerencia ter controle total das contas também influencia em outros aspectos, como, por exemplo, a confiabilidade do empreendimento perante o mercado. Tendo esse controle, é mais fácil que o complexo consiga a aprovação de créditos e financiamentos específicos para o setor.

  • Melhora o diálogo entre moradores e gerenciadores

Todos sabem que uma das principais dificuldades dentro de residenciais é manter um diálogo saudável entre os moradores e os encarregados da administração do local. É extremamente comum ouvir reclamações sobre o síndico, bem como de administradoras.

Uma gestão de qualidade também interfere nesse ponto. Isso porque, para manter a eficiência na administração, os representantes precisam estar constantemente em contato com os inquilinos, buscando saber suas demandas, cobrando seus deveres e atendendo as suas necessidades. Consequentemente, a comunicação fica muito mais fluída.

Esse é um fator de extrema relevância, principalmente levando em conta que é por meio desse diálogo que todas as ações coletivas dentro do condomínio acontecem. Desde a ampliação da garagem até a implantação de um sistema de coleta, tudo é debatido de maneira mais eficiente.

  • Diminui o índice de inadimplência

É extremamente comum que os condomínios tenham a sua cota de moradores inadimplentes. Isso acontece por diversos fatores, algumas vezes por conta de fatores econômicos dos inquilinos, mas, na grande maioria, por conta da insatisfação deles com as decisões tomadas dentro do complexo.

Quando os condôminos veem que suas demandas não estão sendo atendidas, a reação mais comum é justamente deixar de pagar o condomínio. Isso acaba gerando problemas tanto para eles, como, também, para a administração que precisa lidar com o déficit no caixa. Logo, a importância de uma boa administração também está relacionada as contas do condomínio.

Quando há uma gestão de qualidade, onde a comunicação se torna fácil, os inquilinos podem ver diariamente as melhorias no espaço onde convivem. Dessa maneira, eles conseguem ver os recursos investidos com o pagamento do condomínio aplicados em todos os ambientes de convivência compartilhada, e, consequentemente, evitam entrar na inadimplência.  

  • Ambiente mais saudável para todos

Por fim, um dos pontos de mais relevância dentro de uma gestão de qualidade é o ambiente saudável que é criado quando todos estão de cumprindo seus papéis. Uma vez que os gestores mostram que estão atuando de maneira eficaz, todos os outros aspectos relacionados a gestão se tornam melhores.

A importância de uma boa administração vai muito além do gerenciamento de recursos do condomínio. Ela abrange, também, o convívio sadio dentro dos espaços residenciais. Por isso é essencial que a gestão de qualidade seja uma realidade exercitada todos os dias. Assim, tanto administradores como inquilinos se sentirão satisfeitos.