A prestação de contas do condomínio é obrigatória, prevista em Lei e deve ser realizada periodicamente. Para evitar problemas, realizar uma gestão financeira transparente é a melhor saída tanto para os condôminos que se beneficiam ao saber dos balanços administrativos do prédio, quanto para o síndico que comprova a objetividade e clareza de sua gestão.

E sabendo da importância dessa prática para o bom convívio e organização do condomínio, trouxemos nesse post algumas dicas para te ajudar você a começar agora a efetuar uma gestão financeira transparente no seu empreendimento. Quer saber quais são elas? Então continue lendo!

Por que realizar uma gestão financeira transparente?

Existem muitos benefícios que podem ser obtidos ao implementar uma gestão financeira transparente dentro do seu condomínio. Entre os principais estão:

• Aumenta a confiança dos condôminos no síndico ou administradora;
• Evita problemas de comunicação;
• Facilita a prestação de contas que deve ser realizada periodicamente;
• Transmite maior organização administrativa.

Como realizar uma gestão financeira transparente no seu condomínio

Agora que você já sabe como a gestão financeira transparente pode te ajudar e quais os principais benefícios trazidos por ela é hora de conhecer algumas práticas que se adotadas facilitam sua implementação. E a primeira delas é:

Convoque assembleias

Segundo o artigo 1.350 do Código Civil, a prestação de contas dos condomínios deve ser realizada anualmente em uma assembleia condominial onde devem ser aprovadas as despesas, entre outras coisas.
Dada a importância dessa assembleia um dos primeiros passos para implantar uma gestão financeira transparente é realiza-la de forma rigorosa, exatamente como manda a lei.

Para isso é preciso que o síndico, durante a reunião, esteja com documentos que mostram:

• As despesas e as receitas do condomínio durante determinado período de tempo;
• Certidões negativas das empresas que prestam serviços para o condomínio;
• Atestado de lavagem de caixa d’água, dedetização e analise de potabilidade da água;
• Seguro do prédio e dos funcionários;
• Certificado de brigada de incêndio Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros;

Realize uma auditoria mensal

As auditorias, de modo geral, acontecem quando há certa desconfiança por parte dos condôminos sobre a gestão financeira do condomínio. Contudo, ela também pode ser muito útil quando realizada periodicamente de forma preventiva e auxilia muito o síndico na missão de efetuar uma gestão financeira transparente.
Uma auditoria pode identificar diversos erros financeiros, como por exemplo:

• Inadimplências do Condomínio;
• Contratação de serviços desnecessários;
• Superfaturamento de compras, obras ou serviços;
• Desvio de matérias do condomínio.

É importante ressaltar que a auditoria não deve ser realizada pelo próprio síndico ou administradora, e sim por um conselho fiscal ou um profissional especialista, como um contador.

Utilize informativos

Os informativos podem ser utilizados como uma ferramenta para melhorar a gestão financeira transparente de um condomínio como forma de informar os condôminos sobre obras, serviços e outros assuntos que afetem a vida deles dentro do condomínio.
De modo geral, esses avisos costumam ser fixados em lugares de grande acesso como elevadores ou disponibilizados de forma digital e são uma excelente maneira de aumentar a confiança dos moradores com relação ao administrador.

Faça bons orçamentos

Grande parte do trabalho de um síndico ou administradora é, com certeza, realizar sua gestão de forma que economize o dinheiro dos condôminos. Para isso é preciso levar a sério o processo de cotação de produtos e serviços sempre que for necessário realizar obras, serviços e compras diversas.
A melhor forma de fazer isso é escolhendo as empresas e solicitando um orçamento que deve ser recebido até um prazo pré-determinado. Depois disso, basta analisa-los e submeter os orçamentos a aprovação dos moradores.

Gostou das dicas? Agora você já sabe como aplicar a gestão financeira transparente à administração do seu condomínio. Comece a utilizar o que aprendeu aqui agora mesmo e aprecie todos os benefícios que certamente aparecerão.

Autor: Karina Matos