A sustentabilidade no condomínio tem se tornado assunto cada vez mais frequente. Afinal de contas, as pessoas estão cada vez mais valorizando ações que tenham como foco o futuro do planeta, pois elas acreditam que viver bem depende também do ambiente que os cercam.

Dessa forma, fazer uma boa gestão ambiental é algo que deve fazer parte da rotina administrativa de síndicos e proprietários desse tipo de empreendimento.

A boa notícia é que existem medidas simples que se adotadas podem trazer grandes benefícios aos moradores do condomínio. Quer saber quais são elas? Então continue lendo!

1. Dicas de sustentabilidade no condomínio – Instale cisternas
Cisternas são reservatórios que captam água das chuvas a fim de reutilizá-la pra fins não potáveis, como encher piscinas, fazer a limpeza de áreas comuns, regar jardins, lavar carros, entre outros.

Ao utilizar cisternas, a economia de água pode chegar a até 50%. Portanto, essa é uma das melhores medidas de sustentabilidade que você pode adotar no seu condomínio.

2. Compartilhe bens
Não é de hoje que o mundo vem se preocupando em diminuir o consumo de bens a fim de gerar menos lixo e criar uma economia mais sustentável. Existem inúmeras formas de aplicar isso em seu condomínio. Algumas delas são:
Colocar uma geladeira de uso comunitário em algum espaço onde todos possam ter acesso;
Criar uma mesa de trocas de roupas e utensílios;
Compartilhar bicicletas para pequenas viagens.

3. Dicas de sustentabilidade no condomínio – Instale painéis solares
Investir em energia renovável é sempre uma boa ideia. Além de ser uma energia limpa, ou seja, que não emitir gases poluentes, a energia solar produzida pelas placas ainda diminui em cerca de 25% a conta de eletricidade do condomínio. Então, mesmo que o custo de implantação seja relativamente alto a longo prazo compensa.

4. Implante a coleta seletiva
Uma das ações de sustentabilidade em condomínios mais em alta no momento é a implantação de uma coleta seletiva a fim de conscientizar os moradores a realizar a separação do lixo e diminuir a quantidade de resíduos que vão para o aterro.

Além de ser boa para o meio ambiente, essa medida também pode contribuir socialmente com as pessoas da comunidade no entorno, que usam os materiais reciclados como uma fonte de renda.

5. Troque as lâmpadas convencionais por LED
Além do benefício ambiental, adotar a utilização de lâmpadas de LED como uma medida de sustentabilidade em condomínios também traz muita economia.

E embora sejam um pouco mais caras do que as tradicionais, as lâmpadas de LED duram mais e gastam muito menos energia, o que faz com que essa solução represente um excelente custo-benefício para o condomínio.

6. Dicas de sustentabilidade no condomínio – Instale sensores de presença
Manter todas as luzes das dependências do condomínio acesas representa um algo gasto com energia. Contudo, deixá-las apagadas pode gerar problemas de segurança.

Para ter o melhor dos dois mundos, mantendo os seus condôminos seguros e ainda economizar a melhor saída é instalar sensores de movimentos que acendam e apaguem as luzes automaticamente, evitando que elas fiquem ligadas sem necessidade.

Os principais locais onde você pode coloca-los são: acessos, garagens, corredores e elevadores, entre outros.

7. Crie uma horta
É cada vez mais comum ver condomínios investindo no plantio de alimentos orgânicos a fim de cuidar da saúde dos moradores e incentivar o trabalho coletivo.

Iniciar uma horta comunitária é uma excelente ideia de ação de sustentabilidade em condomínios e permite que os moradores tenham acesso a alimentos de melhor qualidade, mais frescos e sem substancias que podem causar mal a saúde.

Além disso, como o cuidado com a plantação deve ser feito coletivamente essa é uma excelente forma de integrar os moradores e ainda funciona como uma terapia.

Gostou das dicas? Escolha as que mais se encaixam no perfil do seu condomínio e fale sobre elas na próxima reunião!

Autor: Karina Matos